Tempo Agora
Rádio UFS

Área Restrita



Idealização do Site

Site idealizado por João Vieira dos Santos Filho, discente de Engenharia Agronômica, com o total apoio do Departamento de Agronomia da UFS através do Professor Dr. Alceu Pedrotti chefe de departamento na época, com o objetivo de conter materiais didáticos e textos de referência, materiais importantes para auxiliar os estudantes nas pesquisas acadêmicas e informações no ensino da Engenharia Agronômica e ciências afins.

Entendemos esse projeto educacional como uma forma de prestação de serviços a comunidade estudantil, em função dos esforços do DEA em proporcionar as ciências agrícolas um alto nível de qualidade no ensino do curso de Engenharia Agronômica.

Leia mais...

 

Mural de Recados
Contador

Fert. & Corretivos

postheadericon Armazenagem

Armazenagem

Muitas vezes os fertilizantes ficam armazenados por um período até serem utilizados, as condições de armazenagem influem na qualidade do produto, podendo alterar propriedades químicas, físicas ou físico-químicas.

Segundo Legislação Brasileira Decreto 2004 Art. 47, o armazenamento de fertilizantes, corretivos, inoculantes ou biofertilizantes obedecerá às normas nacionais vigentes, devendo ser observadas as instruções fornecidas pelo fabricante ou importador, bem como as condições de segurança apresentadas no rótulo e  observar as regras e aos procedimentos estabelecidos para o armazenamento de produtos perigosos, quando for o caso, constantes da legislação específica em vigor.

Uma das características físico-químicas dos fertilizantes sólidos é sua higroscopicidade, tendência em absorver água, normalmente da atmosfera. A absorção da água varia de acordo com o teor de umidade do ambiente, a umidade crítica (que é a umidade relativa do ar, acima da qual uma determinada substância começa a absorver a água presente na atmosfera); do tempo de exposição do material à determinada umidade e da natureza do fertilizante.

A uréia é um fertilizante altamente higroscópico, e requer muito cuidado no seu armazenamento. O nitrato de amônio (NA) por apresentar N mineral simultaneamente na forma nítrica e amoniacal, apresenta restrições em relação ao seu armazenamento e estocagem em ambientes tropicais e subtropicais. Tem grande sensibilidade à variação de temperatura, sendo bastante higroscópico. O aumento na umidade pode causar o “empedramento” (caking) dos grânulos, além da formação de sítios de oxi-redução no material e a perda de nitrogênio volatilizado na forma de óxidos (NOx) ou amônia (NH3).

Para manter as características dos fertilizantes inalteradas até a época do consumo alguns cuidados devem ser tomados. O armazenamento deve ser preferencialmente em área coberta, seca, ventilada, piso impermeável ou sobre paletes de madeira e afastados de materiais incompatíveis. Durante o manuseio devem ser evitados danos físicos as sacarias.

Os fertilizantes sólidos normalmente são armazenados em sacaria ou a granel, a céu aberto ou em galpões. Os fertilizantes não devem se armazenados ao sol, pois grandes oscilações de temperatura provocam empedramento que pode ser mais ou menos acentuado dependendo das matérias-primas dos fertilizantes. Quando do armazenamento a céu aberto, na lavoura, deve ser feito o enlonamento evitando entrada de água das chuvas.

O armazenamento de fertilizantes em galpões totalmente fechados deve se feito sobre palets ou estratos de madeira, se não for possível, é aconselhável forrar o chão com sacos plásticos usados ou lona plástica, evitando o contato direto do adubo com o piso. A altura da pilha não deve ultrapassar a 50 sacos, para evitar a compactação nos sacos inferiores, já que pilhas grandes impedem o arejamento, e as muito altas, além do risco de desmoronamento se não estiverem bem feitas e bem amarradas, aumentam o problema de empedramento e possível rompimento dos sacos inferiores. Devem ser mantidos espaços de aproximadamente 50 cm entre as pilhas e as paredes, para ventilação. Quando do armazenamento em galpões abertos lateralmente é necessário fazer a proteção das laterais com lona, para evitar o umedecimento do fertilizante. As pilhas devem ser identificadas para melhor controle, utilizando placas pintadas, com o nome do produto e a quantidade estocada.

Fertilizantes fluidos ou líquidos devem ser armazenados em tanques, tendo custos inferiores aos armazéns para fertilizantes sólidos, por diminuir as perdas que ocorrem no manejo e armazenamento de fertilizantes sólidos como formação de pó, empedramento, sacaria rasgada, entre outros.

Ecila Maria Nunes Giracca                            José Luis da Silva Nunes

Eng. Agrª, Drª em Ciência do Solo               Eng. Agrº, Dr. em Fitotecnia